Institucional

Somos uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, formada por pacientes medicinais de Cannabis, médicos e profissinais diversos (pesquisadores, farmacêutica etc).

  • Temos como objetivo cultivar cannabis para uso exclusivo de nossos associados (que obrigatoriamente possuam prescrição médica) e requerer aos órgãos competentes o direito de cultivo.

  • Realizar pesquisas científicas com plantass

  • Produzir remédio caseiro coleetivo

  • Promover congressos, workshops, cursos, seminários e eventos que visem difundir informação a respeito dos potenciais terapêuticos das plantas medicinais.

"A atividade farmacológica da Cannabis é resultante de uma ação sinérgica entre seus ativos fitoquímicos, e não somente uma consequência da atividade biológica isolada de um destes constituientes (isolados ou sintéticos)."

Missão

  • Realizar o cultivo sustentável de alta qualidade, viabilizando acesso holístico e acessível para pacientes que fazem o uso medicinal da cannabis.

 

Visão

Substituição dos sistemas corruptos e poluidores existentes por sistemas limpos, sustentáveis e transparentes, que garantam direitos fundamentais a terapias naturais, em especial com a Cannabis.

Consulta Médica

Médicos Prescritores de Diversas especialidades:

  • Ortopedista e Traumatologia

  • Neurologista

  • Psiquiatra

  • Cardiologista

  • Hematologista

  • e outros

Caso tenha alguma condição grave e possua interesse em se tratar com cannabis, com devido acompanhamento e prescrição médica, entre em contato para maiores detalhes.

Poder Fitoterápico

A atividade farmacológica da Cannabis é resultante de uma ação sinérgica entre seus ativos fitoquímicos, e não somente uma consequência da atividade biológica isolada de um destes constituientes (isolados ou sintéticos).

É fundamental ter acesso à pesquisas científicas que objetivem a determinação dos princípios ativos, principalmente dos canabinoides e terpenos.

A Cannabis contém diversos compostos medicinais, dos quais mais de 100 são fitocanabinoides, dos quais os mais estudados são o Canabidiol (CBD) e o Tetrahidrocanabinol (THC).

O CBD possui ação neuroprotetora, analgésica, ansiolítica e antioxidante e o THC atua em neuroplasticidade e como potente antiinflamatório e analgésico. (CRISTINO, BISOGNO e DI MARZO, 2020). Apesar de toda proibição, desde 2003 os EUA registraram a patente US6630507B1 descrevendo os fitocanabinoides como antioxidantes e neuroprotetores.

Uso Industrial

O uso industrial é feito com uma das variedades da cannabis que contenham teores baixos de THC (entre 0,3% e 1%).

 

A Cannabis é a planta mais versátil do mundo, e pode servir para a produção de: Biocombustível, proteína alimentar, roupas, fibras diversas, casas etc.

Também possui potencial de fitoremediação do solo (descontaminadora), por ser uma hiperacumuladora de metais pesados. 

 

As construções representam em torno de 50% das emissões de CO2 no Brasil. O efeito estufa é um fenômeno natural, mas devido às atividades humanas insustentáveis, que estrapolam os limites aceitáveis e drenam os recursos do planeta, emitimos a cada ano uma quantidade maior de CO2.
 

Em relação a classificação botânica, atualmente o mais aceito no meio científico é que a Cannabis é uma única espécie, subdividida em subespécies, como C. sativa subsp. sativa e C. sativa subsp. indica. (MCPARTLAND, 2018)