© 2019 Aliança Verde – Instituto de Pesquisas Científicas e Medicinais das Plantas - Todos os direitos reservados

Aliança Verde

Somos uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, formado por pacientes medicinais de Cannabis, médicos, profissionais diversos e pesquisadores.

 

Esse site é um site informativo para pessoas que buscam  tratamento medicinal digno com a cannabis.

Nossos Parceiros
LOGO MOAB.jpg
sbec.png
revista ganja.png
Bitcoin Donation

Mitos e Falácias

A ciência por muito tempo serviu a proibição, uma má ciência financiada por mentiras e interesses farmacêuticos de algumas grandes empresas. Nos anos 60 falava-se: "maconha mata neurônios". Hoje em dia sabemos que a cannabis tem potencial neuroprotetor e antioxidante, por isso é tão usada para tratar doenças degenerativas. 

O conflito de interesses é um tema de importância relevância para o mundo acadêmico, embora a discussão no Brasil seja incipiente.

"O mais comum é considerar os conflitos relacionados com o financiamento das pesquisas, com o comparecimento a congressos para divulgação dos resultados que interessam aos patrocinadores. Entretanto, isso representa uma compreensão restrita de suas reais dimensões. Aos evidentes conflitos relacionados com os interesses dos financiadores de pesquisas e os interesses primários de um pesquisador como cientista somam-se, por exemplo, os relacionados com prestígio acadêmico, poder institucional, reconhecimento entre os pares e na sociedade, além dos decorrentes das vicissitudes dos relacionamentos humanos. Nestas situações, o julgamento científico de um pesquisador pode ser afetado por estes interesses concorrentes." (Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brasil)

MACONHA E ESQUIZOFRENIA

Estudo publicado pela European Neuropsychopharmacology em 2018, diz que o efeito do CBD     pode ser interessante devido aos seus efeitos antipsicóticos. (Grimm, 2018)

Estudo publicado pelo BJP (Britsh Journal of Pharmacology) em 2015, encontra evidências que o     THCV aparenta ter efeitos antipsicóticos e pode ser utilizado para tratar sintomas de esquizofrenia. (Cascio, 2015)

Clinical Trials e estudos sugerem que o CBD, THCV, THC podem ter potencial terapêutico em   pessoas com esquizofrenia e psicose

Legalização vs Aumento do Consumo

Um estudo publicado pelo The Lancet Psychiatry, monitorou a conduta de 1.098.270 adolescentes entre 13 e 18 anos em aproximadamente 400 escolas por ano durante o período de 1991 a 2014 (24 anos) concluindo que a regulamentação nos estados que permitiam o uso medicinal, não influenciou e não aumentou o uso da cannabis por adolescentes. (Hill, 2015)

Maconha é porta de entrada para outras drogas?

a. Estudos demonstram que o mercado illegal e o contato com traficantes expõe os usuários à Drogas mais pesadas. Reforçam esses estudos  profissionais renomados representantes do Instituto da saúde de SP, CEBRID, REDUC, CRP-SP, PBPD.

b. Estudo feito pelo Psiquiatra Dr. Dartiu Xavier da USP, mostra claramente que a cannabis funciona como porta de saída para Drogas mais pesadas (Crack).  DOI: 10.1080/02791072.1999.10471776

c. Estudo da Beckley Foundation – OXFORD, conclui que a maconha é menos prejudicial que o álcool e o tabaco, e a maioria dos problemas surgidos com o consume da maconha referem-se à proibição da droga do que aos possíveis malefícios causados. Estudos epidemiológicos diversos chegam na mesma conclusão.

d. Estudo publicado na Canadian Medicinal Association Journal (CMAJ) conclui que a proibição da Cannabis falhou e que continuar com a proibição pode causar perigos sociais e de saúde pública. doi: 10.1503/cmaj.150657